sexta-feira, setembro 21, 2007

Tenho uma amiga que, em certo departamento da vida, é um espelho de mim. Não pelos motivos mais positivos, antes pelo contrário. É o espelho na tensão, no sorriso de pés e mãos atadas, na renúncia à hipocrisia, nas ideias cortadas aos pedaços. Não tive, não tenho conselhos para lhe dar. Acabaram-se os recursos. Apenas um pedido. Não deixes que a missão de quem nos quer apagar se cumpra. Esconde o interruptor. Vinga-te com a pior atitude que se pode ter para esses tais que: a vida preenchida. Espanca-os com ela. Com as pessoas que gostam de ti, com o jeito que tens para fazer o que fazes, com a generosidade que só acrescenta a esse jeito. Com o amor que recebes todos os dias, mesmo que seja um amor sem abraços, um amor sentido e partilhado à tua maneira. Humilha-os com o teu brilho que não precisa de se alimentar da falta de brilho dos outros. Quando nos perguntam se não temos ambições, dizemos que sim. A ambição do poder. O poder de nos pormos de pé quando nos fazem cair. É o único conselho que tenho para te dar. A ti e a mim…

7 comentários:

Ana Moreira disse...

Como sempre... brilhante!!!!

mags disse...

Agree! Brilhante! :)
seja quem for a amiga, de certeza que ficou mais forte agora... e eu tb!
thanks!

Segredo Cor de Rosa disse...

Perfeito este post.
Até eu consegui retirar para mim própria lições das tuas palavras.
Ao mais alto nível.

Um grande beijo e aquele abraço.

P.S. O Porto estava perfeito.
Lindo...

ana* disse...

só tenho uma coisa a dizer: obrigada.

Daniela disse...

AMEI... LINDO LINDO!
Parabéns!

Witch disse...

AMEN! E eu não sou religiosa.

angelofpromise disse...

tenho a dizer-te q volto muitas vezes aqui a este teu post que acho divinamente extraordinário.
Beijinhos