sexta-feira, janeiro 26, 2007

Tenho uma amiga com quem às vezes lembro conversas que tínhamos sobre como seria a nossa vida em adulta. Desde casar com lixeiros porque traziam muita coisa para casa, a saber, restos de comidinha que era só aquecer, frigoríficos e torradeiras-que-era-só-arranjar-o-cabo-da-electricidade-e-estava-boa, a imaginação era fértil...de parvoíces. Hoje estamos nos vinte e muitos (ela nos trinta) eu solteira, ela separada, sem filhos mas com alguns cadilhos. Não há lixeiros nem frigoríficos da sucata. Há um engenheiro que é ex-marido e um jornalista. E electrodomésticos comprados na Worten.Há casas próprias. Há carreira, mestrado,situações profissionais bem conseguidas. Não fazemos limpezas ao sábado com lenços e rolos na cabeça, pelo contrário, fazemos festas e brindes ao futuro. Não usamos saia travada nem casacos de caxemira, nem cinta, nem pêlo de vison. Sou contra as peles, sou contra saias e mentes travadas, sou quase contra o casamento, sou contra vidinhas planeadas e certinhas, sou contra o tempo a correr. Que eu e a minha amiga queremos continuar a pensar que temos muito tempo para escolher o nosso lixeiro e a olhar para as boutiques e dizer “um dia vamos vestir assim”.

5 comentários:

Anynha disse...

"sou contra vidinhas planeadas e certinhas, sou contra o tempo a correr.."
SUBSCREVO! =)

viver um dia de cada vez e fazer com que a saia travada não saia da boutique só depende de nós..
o tempo passa, logicamente ficas mais velha, mas não tens necessariamente que a usar..;)

Allengirl disse...

Ah pois, recuso-me!! Quando digo "um dia vou vestir-me assim". Será muito provavelmente no dia de S. Nunca à Tarde, o dia que escolhi para fazer o que não quero nunca fazer.

Ana Moreira disse...

Gosto...gosto
começo a acreditar que quero alguma coisinha certinha porque me foi incutido dessa maneira... mas por outro lado tenho medo que não conseguindo me vou sentir vazia

acho que é mais isso... não quero sequer ver se é isso, porque se acontecer o meu mundo desabou!

No entretanto... brindo... com a garganta cheia de força... às pessoas que fazem parte da minha vida

Allengirl disse...

... E eu brindo contigo com a certeza que vais conseguir o que queres. O que mereces. Que é muito!

António A. Antunes disse...

atrevam-se a conhecer o homem que vai mudar as vossas vidas.