sexta-feira, março 09, 2007

Tenho uma amiga que está a hibernar. Porque está tudo calmo lá na vida dela. Porque há muito muito tempo não se olha ao espelho com olhos inchados. Porque não há nenhum drama por perto para fazer. Porque os gatos acalmam um hiperactivo e um hiperactivo não consegue estar calmo. Porque não há queixas para fazer, só mesmo se olhar para dentro com um microscópio, e ela faz isso todos os dias, não vá haver uma bactéria, uma infecçãozinha, uma poeira galopante a varrer-lhe a tranquilidade- ela não se sente nada bem com tranquilidade, coitada. Se continuar em hibernação e as bactérias, infecçõezinhas e poeiras galopantes não aparecerem, vai partir a vida aos bocadinhos até fazer dos pedaços querelas, vai caminhar sobre os cacos e aleijar-se a sério. Será o fim da hibernação. Será o fim da quietação. Será o fim. Será isso que ela quer?

3 comentários:

Witch disse...

Penso sinceramente que essa tua amiga etsá a precisar de uma sessão de terapia urgente, tipo: noitada escaldante e estonteante com grupo louco por beijos!
É uma terapia milagrosa.

Ana Moreira disse...

Não me parece... porque ela tem isso sempre e a toda a hora... acho que essa tua amiga acabará por gostar da calmia... o problema é: Será que nos a queremos calma?

Allengirl disse...

"O problema é: será que nós a queremos calma?". Isso não é problema. Quanto a mim, quero-a como ela se apresentar. A vida é dela e não deixaremos de gostar da amiga por se acalmar ou deixar de acalmar.