terça-feira, outubro 17, 2006

Tenho uma amiga que está a passar por um período diferente na vida. Digamos que não priva com sexo alheio vai para mais de um mês. Ora, quem disse que só os homens sentem falta de contactos carnais ao ponto de subir às paredes? A minha amiga que está quase nos 30 decidiu ser bem mais selectiva do que era há uns anos. Mas ao fim de um mês, começa a pensar seriamente em deixar-se de merdas, descer à Terra, ou ao vale dos lençóis mais próximos. E quem diz vale dos lençóis, diz sofá, chão, elevador, já vale é tudo que o caso está grave. A minha amiga não está sozinha nesta situação. Aliás, quanto mais parecidos estão os dois géneros em características, mas se afastam homens e mulheres no que me parece boonitoo: os afectos; e no que me parece importante: o sexo. Decidi, a pensar nas minhas amigas em plena travessia do deserto, reunir os primeiros sinais que podem indicar o comportamento “à beira-de-subir-às-paredes” numa mulher.

- Quando palavras como Big Bem, extintor, banana, microfone, pau-de-canela (ou outro tipo de pau), ganham outro significado.
- Quando os amigos te convidam para saídas só de homens
- Quando não fazes a depilação há 3 semanas e não entras em desespero
- Quando os teus pais vão passar o fim-de-semana a tua casa e não vais a correr mudar os lençóis
- Quando vais a festas do teu irmão 10 mais novo só pela possibilidade de haver mais solteiros disponíveis
- Quando há muito que os teus vizinhos não te olham de lado na manhã seguinte a uma noite agitada
- Quando começas a achar piada a piropos indecorosos (“se fosses minha mãe mamava até aos 18”)
- Quando ligas para a Telepizza só pelo prazer de teres um homem a caminho de tua casa
- Quanto o teu investimento pró-erotismo se limita à compra de um objecto a pilhas e não inclui lingerie sexy
- Quando sentes uma ligeira erecção feminina (existe, mas não se vê que nós sabemos ser discretas) num desfile de modelos masculinos em tronco nu.
- Quando o único peito peludo sobre o qual te deitas é o do teu gato
- Quando não te importas que os teus ex-namorados saibam que estás solteira, não vá dar-lhes para recordarem os bons velhos tempos… mas só mesmo os bons… esses mesmo!
- Quando alinhas em patéticos double dates organizados por um amigo teu (V.,E., F., quinta-feira a minha amiga lá estará com o seu salto mais alto e decote mais generoso)
- Quando perguntas aos teus amigos homens que recorrem a sites e companhia profissional se não haverá um Portal Privado para mulheres
- Quando as tuas músicas favoritas do momento são Sexual Healing, Sexy Back, Promíscuos Girl, e mesmo assim não te identificas com elas
- Quando te limitas ao Dystron em casa e te esqueces completamente de que “fora de casa: dystron toalhetes”.

Há mais… se as minhas amigas quiserem acrescentar, sintam-se forçadas! A verdade é que, desde que perdeu a virgindade – vai para, OH MEUS MEUS, 10 anos – nunca tinha passado um período de seca tão prolongado. Nem mesmo quando tinha namorado, nem mesmo nessa altura em que, em desespero de causa, se passeou nua em frente a um televisor a transmitir uma prova qualquer de Formula 1 só para ver se acontecia alguma coisa. Nem mesmo nessa altura!

6 comentários:

mags disse...

lol
eles andam aí, mais gays é um facto, mas andam aí... e se queres trepar paredes, trepa... mas n te mistures com trolhas, tá??? classe é classe!!

Ana Moreira disse...

Houston I Think we have a problem... eu amo a sexy back do Justin e a Promiscuous da Nelinha... senhora doutora... estarei com problemas?!?!?

Allengirl disse...

Não é grave... Se temos um ou dois sintomas, não é grave. Se temos todos, aí sim temos um problema. Mas nenhuma de nós chegou aí, YET!

cloinca disse...

lolololol...
Esta tua amiga sai-se com cada uma!
Essa tua amiga tem outra amiga que também nunca esteve sem SEXO durante um mês vai para mais de 10 anos.. nem se imagina em tais preparos!
Se bem que uma pausa higiénica de quando em vez não faça mal a ninguém...
E olha... e se essa amiga da amiga fica assim nesse estado ao fim de poucos dias?... Será ela uma gandassíssima TS?!
Não vá passar-lhe pela cabeça escrever alguma historinha sobre o assunto!!
;)
BEIJOS!

Allengirl disse...

Ai Cloinca, Cloinca... Fico contente por perceber que já há justiça poetica na tua vida outra vez..

cloinca disse...

ó ó! Se há!!
Beijos pa ti minha linda!!